14 novembro 2011

Coluna Fanfic #5 - AMIZADE

Postado por Luisa Ortega às segunda-feira, novembro 14, 2011
PS: Se alguém tiver problemas em comentar com o Disqus, me avise através do email, que eu crio um formulário de comentários ok? 




Olá leitores; como estão?

Estou aqui para mais uma coluna de fanfics e resolvi fazer um contato. Espero que estejam gostando dos meus contos. Aceito todas as críticas, estou aberta a qualquer uma.

Quero falar um pouco sobre esse conto e sobre os últimos dois que eu publiquei (O Lugar a que um Coração Pertence e Esconde-Esconde).

Esses três contos fazem parte de um projeto meu chamado Estrelas Cadentes, que conta a vida de 12 personagens em episódios durante por volta de três anos, de seus 14 a seus 17 anos [a principio, é isso, mas posso aumentar, conforme as idéias surjam]. Cada "capítulo" é narrado por um personagem, como se lêssemos seus diários, e juntando todos eles, você terá a história desse grupo tão heterogêneo. Há também alguns contos especiais, que são episódios de sua infância, para que conhecem melhor o passado e a personalidade de cada um.

Reconheço que a falta ordem nos contos postados pode causar uma confusão para montar a cronologia dos enredos envolvendo cada um das estrelas, mas isso faz parte do projeto também, essa vontade de saber o que veio antes e o que veio depois.

Espero seus comentários sobre essa série que será postada aqui, no Bookholic Fairy, para vocês.

Boa leitura.

Luísa Lopes

AMIZADE



Ele estava deitado na minha cama quando eu entrei no quarto; foi inevitável abrir um sorriso. Vê-lo me fazia bem, sempre fora assim. Ele era uma necessidade para mim, como uma droga. Aproximei-me e vi seus olhos fechados. Lucas parecia um anjo quando estava dormindo. Como eu queria observá-lo daquele jeito o máximo possível, mas já estava tarde, a supervisora de quartos passaria a qualquer momento! Eu precisava tirá-lo dali, no entanto estava com tanto dó de acordá-lo.

-Eu tenho que ir, não? – ele falou ainda de olhos fechados, assustando-me. Ele estava acordado?

-Como sabia que eu estava aqui?

-Eu conheço o cheiro do seu perfume. – Lucas respondeu, abrindo os olhos verdes e sentando-se, virado para minha direção. Eu o fitei pensativa. Em momento nenhum eu ficara perto o suficiente dele para que ele conseguisse sentir meu perfume.

-O que está fazendo aqui?

-Fiquei com medo que fosse dormir sem falar comigo. – algo no olhar de Lucas era muito estranho, ele estava preocupado com algo. No fundo, eu sabia qual era o motivo de tamanha preocupação, pois era o mesmo que incentivava minha inquietação. Ele me olhou fundo e soltou um suspiro. – Não quero que se preocupe com nada do que eu disse, somos melhores amigos, não somos? Isso é o mais importante.

-Eu sei... – o que eu poderia dizer? Lucas parecia estar decidido a não conversar sobre aquele assunto. – Eu só... Eu só queria... – engoli seco. As palavras não saiam direito da minha boca pelo simples fato que elas não estavam organizadas na minha mente. Eu estava confusa com o que estava acontecendo. Algo no meu interior estava se revirando, era uma sensação que eu não sentia havia muito tempo. – Eu não sei o que te dizer.

-Não precisa dizer nada. – Lucas me cortou mais do que rápido, dando-me em seguida um beijo na bochecha. – Boa noite. – sem me olhar novamente, ele se levantou e saiu do quarto, deixando-me sozinha num abismo que eram as minhas confusões.

Era como se eu estivesse sozinha em um poço sem fundo, gritando por ajuda, mas ninguém me escutasse. Que coragem Lucas tinha para me abandonar no momento que eu mais precisava dele? Não éramos melhores amigos, como ele dissera? Não prometemos estar juntos para sempre, cuidando um do outro?

Então, por que ele fora embora sem nem me olhar? E por que eu me importava tanto?

~~*

-Ana, Ana... – Amanda sentou-se ao meu lado, quando chegou ao quarto e me viu largada na cama. Ela passou a mão nas minhas costas, me consolando. – Fica calma, não tem nada a ver o que você está pensando. – era impressionante como Amanda simplesmente lia a minha mente. Ela sabia o que eu estava pensando, o que estava acontecendo comigo, sem que eu precisasse falar nada, o que, naquele momento, me parecia a melhor coisa do mundo, pois falar era algo que eu não queria fazer em hipótese alguma. – Isso tudo é apenas uma confusão, é passageiro. Daqui a alguns dias o Rafael vai chegar e tudo voltará a ser como antes. – Amanda parecia tão segura do que estava dizendo, como se ela própria já tivesse passado pela mesma situação antes. Mesmo com a segurança que ela tentava me passar, a angústia dentro de mim era maior, forçando as lágrimas a saírem de meus olhos. – Pensa nisso, você tem o Rafael, ele gosta de você, você gosta dele. E o Lucas, vocês serão sempre amigos! Tudo vai voltar ao normal, você só precisa ter paciência.

Meus olhos estavam encharcados, no entanto, eu decidi acreditar nas palavras de Amanda. Ela sempre estava certa, merecia tal crédito. Enxugando meus olhos, sentei-me na cama, decidida a esquecer tudo o que estava acontecendo. Tudo ia voltar ao normal, eu tinha o Rafael; eu e o Lucas éramos melhores amigos. Era assim que eu queria tudo.

~~*

Sozinha, sentada na beira da praia eu buscava inspiração. Ouvindo o som do mar eu tentava adivinhar o que meus amigos estariam fazendo àquela hora. Arrumando-se para o jantar, provavelmente. Eu deveria fazer a mesma coisa, porém, o mar me chamou para aquele lugar. E mesmo ali, tão perto, ele continuava me chamando. Eu, contudo, não me atreveria a chegar mais perto.

Minha vida toda eu escutara que a água do mar era traiçoeira, e era naquilo que eu acreditava. Poderia parecer idiota acreditar em um mito; eu pensava assim antes de quase perder minha vida. Desde então, a areia é o máximo que eu consigo sem começar a tremer.

Deitei meu corpo, queria observar o céu alaranjado do pôr-do-sol, contudo, não fiquei em tal posição por tanto tempo, pois ao virar meu rosto para o lado, vi ao longe um casal. Não precisava olhar demais, eu reconheceria o garoto em qualquer lugar, mas me sentei para ter certeza. Era Lucas, com mais um de seus casos.

Senti meu estômago se revirar, meu coração acelerar, meu pulmão ficar sem ar, seguido de uma vontade enorme de chorar. O que estava acontecendo comigo? O Lucas era meu amigo! Era assim que eu o queria. Ou talvez não.

Twitter: @seasonsx



A Promoção: Comente e Concorra está de volta, para participar é fácil... Comentou...Formulário para Participação: AQUI -  Cadastre e Concorra a um Kit de Marcadores da Bienal do RJ (2011). Foto: AQUISorteio: 30/11/2011

1 comentários:

Postar um comentário

Olá! Seja muito Bem Vindo(a) ao Bookaholic Fairy

É uma honra ter você como seguidor do blog.

Deixe sua mensagem que ficaremos muito felizes.


Aviso: Comentários Anônimos estão proibidos.

 

Bookaholic fairy 2011 Desenvolvido por Ipietoon e totalmente modificado por Julia