26 março 2011

Momento Nooffaa!!! #4

Postado por Luisa Ortega às sábado, março 26, 2011
Mais um "Momento Nooffaa"


Sim, o Momento Nooffa, voltou \o/
Para quem não sabe o que é vou resumir:
O Momento Nooffaa! É uma brincadeira que acabei de criar, são fatos que ocorreram durante o ano, seja engraçado, realista ou fatos que marcaram algo.
Ao longo, vocês vão entender rsrsrsrs



As 10 personagens vividas por Elizabeth Taylor – na vida real

No último dia 23 de março foi encerrada a jornada dessa mulher de várias faces.

10. Atriz Milionária

Elizabeth Taylor estava no auge da carreira quando foi convidada, em 1963, para dar vida à rainha do Egito Cleópatra nos cinemas. Ainda hoje, é um de seus papéis mais lembrados, mas não exatamente pelo filme em si – que foi fracasso total de bilheteria. Além de outras polêmicas durante as gravações, como o caso com o colega de elenco, o ator inglês Richard Burton (que se tornou seu quinto – e sexto – marido), o que mais chamou a atenção foi o cachê milionário pago à atriz: 1 milhão de dólares, numa época em que as cifras das produções de Hollywood eram bem mais modestas do que as de hoje em dia.
 09 - Dama Oficial da Ordem do Império Britânico
O título de “Sir” está para Elton John assim como o de “Dame” está para Liz Taylor. Um é nada menos do que a versão do outro, e ambos são concedidos pela rainha Elizabeth II em uma cerimônia devidamente pomposa no Palácio de Buckingham. É a maior honraria concedida pela monarquia britânica, e os agraciados passam a ter o direito de adotar como um pré-nome.
 08 - Talentosa Nata
“Tudo me deixa nervosa, exceto fazer filmes”, dizia uma das maiores atrizes da história do cinema. E não poderia ser o contrário, já que ela praticamente foi criada dentro de um set de filmagem. Nascida em 1932 em Londres, mudou-se com a família para os Estados Unidos aos 7 anos. E a decisão de trocar o velho continente e o temor de uma guerra iminente pela cidade de Los Angeles foi o primeiro passo para que nascesse uma nova estrela em Hollywood.
 07 - Frágil
Uma doença chamada Insuficiência Cardíaca Congestiva – que dificulta o bombeamento do sangue pelo coração para suprir os demais órgãos do corpo – levou Elizabeth Taylor à morte no dia 23 de março de 2011. Mas a grande diva já vinha de um longo e doloroso histórico de doenças que minaram sua saúde no decorrer dos anos. Os obstáculos que teve de enfrentar vão desde dores nas costas e pernas até um tumor no cérebro (operado em 1997) e câncer de pele. “Meu corpo está uma bagunça. As pessoas devem pensar, ‘meu Deus, ela ainda está viva?’ Mas há alguma teimosia em mim que me faz continuar lutando”, disse em uma entrevista em 2004, mesma época em que o problema no coração, que causava intensa fadiga, foi diagnosticado.
 06 - Intensa
Liz Taylor nunca teve uma saúde forte, mas pouco fez para reverter a situação – pelo contrário. Viciada em álcool e remédios, disse que já se viu à beira da morte várias vezes, uma delas – além das tentativas de suicídio – foi durante as gravações de Cleópatra, no início dos anos 60, quando uma grave pneumonia a levou às pressas ao hospital, quase desenganada.
 05 - Ativista 
Logo após a morte de Elizabeth Taylor ser anunciada, a Amfar (Fundação Americana para Pesquisa de Aids, na sigla em inglês) cedeu um importante espaço em seu site para destacar a “herança monumental” da atriz na luta contra a doença. A entidade foi fundada em 1985, mesmo ano em que o ator Rock Hudson, grande amigo de Liz, morreu devido a complicações decorrentes da aids. Essa e outras perdas motivaram o engajamento da atriz, que fundou sua própria organização em 1991 e foi homenageada com o Prêmio Humanitário Jean Hersholt, entregue pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.
 04 - Destruidora de Lares
Liz teve sete maridos, dois deles roubados. Isso a levou a uma fama de destruidora de lares, que ela fazia questão de rechaçar. “Apenas dormi com homens com os quais fui casada. Quantas mulheres podem dizer o mesmo?” Ela não estava mentindo. Mas fato é que seus olhos violetas atraíam o homem que ela quisesse, como bem disse Richard Burton: “Elizabeth olha para você e seu sangue se agita”. Ele, aliás, foi o segundo marido que Liz Taylor tirou de outra. Burton era casado e pai de duas filhas – e ela também tinha marido e três filhos – quando os dois se apaixonaram nas filmagens de Cleópatra (1962). O primeiro caso havia sido em 1958: no velório de seu terceiro marido, ela foi consolada pelo cantor Eddie Fisher, melhor amigo dele e cuja mulher ficou na Califórnia inocentemente cuidando dos filhos de Liz, que no ano seguinte já estava casada com ele.
03 - Queridinha do Oscar
Sabe aquela ansiedade de ser indicada ao Oscar que toda atriz quer passar pelo menos uma vez na vida? Liz Taylor passou por isso “apenas” cinco vezes. E sabe aquela realização completa de ver sua carreira premiada ao ser escolhida a Melhor Atriz do cinema? Pois ela não ganhou só uma, mas duas estatuetas, em 1960 e 1966, respectivamente por Disque Butterfield 8 e Quem Tem Medo de Virginia Woolf, considerada sua melhor atuação. Os anos 60 foram mesmo sua década de glória, que começou a ser ensaiada no fim de 1950, com as primeiras indicações ao prêmio: por A Árvore da Vida (1957), Gata em Teto de Zinco Quente (1958) e De Repente no Último Verão (1959).
02 - Casadeira
Para que namorar? Está apaixonada e quer passar um tempo com o amado? Case logo! E assim, Elizabeth Taylor foi somando mais um homem a sua coleção de maridos: foram sete no total, em oito casamentos ( casou duas vezes com um, o ator Richard Burton). Ela se definia como uma mulher “muito” comprometida, “comprometida em casar tantas vezes”. Por isso, talvez, tenha começado tão cedo – aos 18 anos. E ao fim do oitavo, aos 62 anos, jurou que seria o último. Dos sete, ela se apaixonou mesmo só por dois: o número 3, Michael Todd, que morreu em um acidente de avião um ano após o casamento, em 1958; e Burton (número 5 e 6), com quem se casou pela primeira vez em 1964 e se separou dez anos depois, casando-se de novo em 1975 e ficando junto por mais dez meses. Teve quatro filhos, que lhe deram dez netos e quatro bisnetos. Em 2010, surgiu o boato de um nono casamento, mas ela, que já disse que “não seria tão estúpida para casar de novo”, negou tudo pelo Twitter.
E o grande campeão de toda a "faceta" da eterna Elizabeth Taylor era ser....
01 - DIVA
Quando nasceu, Elizabeth Taylor não abriu os olhos nos primeiros oito dias de vida, mas a primeira coisa que a linda criancinha viu quando decidiu começar a observar o mundo foi um anel de noivado. Esse pequeno detalhe – contado a ela pela mãe – já demonstrava que Liz não seria uma mulher de se contentar com pouco – tanto pessoal quanto materialmente. Partindo de sua própria premissa de que “grandes garotas precisam de grandes diamantes”, reuniu uma coleção de joias espetaculares ao longo da vida, entre as quais se destaca (como não poderia deixar de ser) um diamante de 33 quilates, presente de Richard Button, que pertenceu à mulher de um colaborador dos nazistas. Nem quando passou a ser obrigada a andar de cadeira de rodas – para amenizar as fortes dores no corpo – perdeu a classe e o estilo. E até em seu próprio funeral, encontrou uma forma de surpreender, deixando registrada com a assessora sua vontade de chegar 15 minutos atrasada ao cortejo. Como se a saída de cena de uma diva já não fosse notícia suficiente…
Fonte: Veja Abril
O Momento Nooffa, faz uma homenagem para uma das atrizes mais especiais do mundo. Descanse em paz Liz Taylor.

3 comentários:

Izabelly disse...

E lá se foi uma mulher e tanto! Gostei muito do momento nofa! rs
Bjao
Iza
Três estrelinhas

Thiago de Andrade disse...

Não conhecia essa coluna do blog.
Mas gostei

No meu tem uma bem parecida, o "Momento Off" que é dividido em 2 partes, News = assuntos sérios que não envolvam livros, e WTF = notícias bestas :)

Thiago
http://outroconceito.blogspot.com/

Srta. Bibliófila disse...

Bem interessante conhecer sobre ela!

Bjs
Tah

Postar um comentário

Olá! Seja muito Bem Vindo(a) ao Bookaholic Fairy

É uma honra ter você como seguidor do blog.

Deixe sua mensagem que ficaremos muito felizes.


Aviso: Comentários Anônimos estão proibidos.

 

Bookaholic fairy 2011 Desenvolvido por Ipietoon e totalmente modificado por Julia